Canal de comunicação com os leitores:

Este blog foi criado em 02 de dezembro de 2009,
como suporte aos meus alunos, contudo, estou aposentada desde 10 de março de 2012, sem atividade de ensino, não tendo mais interesse de desenvolver alguns assuntos aqui postados. Continuo com o blog porque hoje está com > 237.000 visitantes de diversos lugares do mundo. Bem-vindo ao nosso ambiente virtual. Retorne com comentários e perguntas: lucitojal@gmail.com.
http://www.facebook.com/luci.tojaleseara

Tenho 17 vídeos no youtube: lucitojaleseara.

São muitas as postagens, cerca de 400, veja a lista de marcadores no lado direito do blog.

Falo sobre composição, valor nutritivo dos alimentos e biodisponibilidade dos nutrientes. Interações entre nutrientes: reação de Maillard e outras reações com proteínas, principalmente AGEs (Advanced Glycation End Products) e a relação desses compostos com as doenças crônicas: Diabetes, Alzheimer, câncer, doenças cardiovasculares entre outras. Atualmente, dedico-me mais ao conhecimento dos AGEs (glicação das proteínas dos alimentos e in vivo).

"Os AGEs (produtos de glicação) atacam praticamente todas as partes do corpo. É como se tivéssemos uma infecção de baixo grau, tendendo a agravar as células do sistema imunológico. O caminho com menos AGEs; escapa da epidemiologia dos excessos de alimentação" disse Vlassara. http://theage-lessway.com/

ATENÇÃO: A sigla AGEs não significa ácidos graxos essenciais.

Consulte também o http://lucitojalseara.blogspot.com/ Alimentos: Produtos da glicação avançada (AGEs) e Doenças crônicas.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

381- Meu prato saudável - MyPlate

http://www.meupratosaudavel.com.br/


Coma melhor: Programa “Meu prato saudável”

Projeto tem como meta ser o “MyPlate” brasileiro com objetivo de
ajudar na escolha dos alimentos na hora da refeição
O Incor - Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP –
lançou o programa “Meu prato saudável”, com patrocínio da GRSA – Soluções em Alimentação e em Serviços
de Suporte – e da Qualicorp.
O projeto tem como meta ser o “MyPlate” brasileiro, programa
lançado pelo governo americano em junho, com objetivo de lembrar
os consumidores americanos das escolhas saudáveis que eles
podem fazer ao montar seu prato na hora de comer.
Adaptado à realidade brasileira, “Meu prato saudável”, traz no
lugar das cores que demarcam cada alimento no prato no modelo
americano – como proteína, carboidrato e leguminosas – itens
bastante conhecidos dos brasileiros, como o arroz e o feijão.
“O programa reforça a prioridade de se frear a epidemia mundial
de obesidade e reduzir os males relacionados ao excesso de peso,
como problemas cardiovasculares, diabetes e câncer”, afirma a
médica Elisabete Almeida, que idealizou o programa junto com
Mitsue Isosaki e Elisabeth Cardoso, do Serviço de Nutrição e
Dietética do Incor.
Nos últimos 60 anos, triplicou o número de mortes causadas por
doenças cardiovasculares no Brasil. Segundo uma pesquisa da
Universidade de Colúmbia (EUA), patrocinada pelo Banco Mundial,
a previsão é de que em 2020 o Brasil será o campeão do mundo
em mortes por causas cardiovasculares.
“Com o programa pretendemos delinear um modelo nutricional
para servir como uma referência nacional de alimentação saudável
nas principais refeições do dia, onde as pessoas podem identificar
quais são os melhores ingredientes e qual a quantidade de cada
ingrediente a colocar no prato”, conclui Elizabete.
“Meu prato saudável” manterá no ar o site
www.meupratosaudavel.com.br, com sugestões de receitas e
combinações de alimentos para o dia a dia, além de distribuir
gratuitamente um guia prático e cartilhas com receitas práticas e
saudáveis contendo o selo de qualidade Incor em todo material.


Nenhum comentário:

Postar um comentário